Infertilidade Conjugal

Papo com Especialista
Flavia Calina entrevista Dr. Artur Dzik e fala sobre Infertilidade.

Infertilidade Conjugal.

É importante ter em conta que existem vários níveis de cuidados médicos no tratamento da infertilidade. O especialista em medicina reprodutiva

iniciará a avaliação, particularmente interessado nos problemas de infertilidade. Essa avaliação incluirá a história clínica, exame físico e exames

laboratoriais.

Infertilidade Conjugal:

Em casos específicos podem ser indicados exames complementares e o tratamento médico poderá ser iniciado pelo seu médico.

Se uma causa para sua infertilidade não é encontrada, e se não se conseguiu engravidar com êxito em um determinado tempo, seu médico pode

resolver encaminhá-la a um especialista em infertilidade, quer dizer, um especialista em medicina reprodutiva.

Esse especialista é um ginecologista que completou dois ou mais anos de capacitação nos campos de infertilidade e endocrinologia. Esse profissional

oferece sua experiência em áreas tais como a microcirurgia, indução da ovulação ou Técnicas de Reprodução Assistida (TRA), como a Fertilização In

Vitro (FIV), Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoides (ICSI), e outras técnicas.

Nem todos os casais necessitam de tratamentos com técnicas de RA, porém vale frisar

que o índice de êxito no tratamento com essas técnicas tem melhorado de forma

acelerada, desde que estes procedimentos se introduziram no final dos anos 70.

Os tratamentos para infertilidade devem ser aplicados de acordo com a complexidade de cada caso.

Em casos mais difíceis provavelmente serão indicadas Técnicas de Reprodução Assistidas (TRA) mais complexas, e em casos de menor complexidade o

tratamento será iniciado com técnicas mais simples evoluindo para técnicas mais avançadas, quando necessário.

Deve-se confirmar por Histerossalpingografia ou Laparoscopia que as trompas estão patentes antes de se iniciar qualquer procedimento de TRA.

Como Técnicas de Reprodução Assistida(TRA) compreendem-se as técnicas médicas que interferem auxiliando o processo reprodutivo tais como:

  • IIU – Inseminação Intra-uterina
  • FIV – Fertilização in vitro
  • Micromanipulação de Gametas e Embriões
  • Doação de óvulo
  • Criopreservação de Embriões